UPR

Campus UFPR

Proposta resultante do Concurso Público Nacional de Arquitetura para o novo Campus Cabral da Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Client: Universidade Federal do Paraná
Tamanho/Size: 11.000,00 m²
Local/Place: Curitiba, Paraná

Verde como Inovação

Imaginar um Campus Universitário verde e de qualidade arquitetônica, conectado a uma cidade e a uma população como a de Curitiba foi o eixo principal para o desenvolvimento da proposta. Para Isso, optou-se, inicialmente, em entender as condicionantes do terreno junto ao programa arquitetônico solicitado distribuindo e ligando às necessidades de espaço de maneira sustentável, eficiente, inteligente e na escala humana.Compatibilizar o grande programa arquitetônico para o projeto em uma área tão delicada e com grande quantidade de vegetação se mostrou uma árdua tarefa. Entretanto o respeito a este ponto tornou-se um direcionador do projeto modelando as edificações e o masterplan da área a partir deste princípio.

Novos Caminhos
Foi proposto um fluxo dinâmico para o sítio, democratizando os acessos e concentrando-os em uma praça central que conta com um teatro aberto e um pequeno pavilhão de exposições de maneira que o espaço onde a  intervenção foi proposta não exclua sua vizinhança, convidando os pedestres a entrarem no campus e participarem da rotina dos alunos dos cursos de artes, comunicação e design.Em contra partida, no intuito de minimizar o impacto de veículos poluentes no sítio, foi proposta uma única via de acesso conectando a Rua do Bom Jesus ao estacionamento subterrâneo da UFPR, que já conta desde a primeira etapa com o número de vagas da futura ampliação, diminuindo os futuros custos com escavação e permitindo o desenvolvimento da vegetação preservada.

O número de vagas descobertas também foi reduzido, pois entendeu-se que não havia necessidade de ceder espaço para este tipo de transporte, priorizando os meios de transportes alternativos utilizados pelos jovens, como bicicleta, patins, skate etc.

Das edificações
A solução arquitetônica adotada para as edificações propostas busca encontrar o equilíbrio do espaço construído com o lote e sua vizinhança. Assim o programa solicitado foi distribuído em 3 edificações distintas, sendo uma principal dividida em dois volumes horizontais com 5 pavimentos cada, distantes por um grande átrio verde central e conexões via passarelas. Uma segunda edificação dividida em 4 volumes distintos e 2 pavimentos foi proposta para abrigar o programa da Reserva Técnica do MAE e a TV/Rádio Universitária da UFPR. Além das novas edificações, foi proposta a requalificação do casarão existente com intuito de abrigar o auditório principal, os dois auditórios menores, o salão de exposição/Foyer e a coordenação geral dos cursos.

Disposição dos Cursos e Ampliações
Levando em consideração a melhor distribuição e comunicação dos cursos de Design, Artes e Comunicação foi proposto um sistema de “distribuição por torre”, locando assim em cada extremidade da edificação principal e centro de circulação vertical  um curso diferente. Este modo de distribuição já prevê a inclusão de um novo curso objeto para a 2ª etapa a ser realizada posteriormente. Optou-se em definir a ampliação da 2ª etapa possibilitando a inserção de mais um pavimento sobre o edifício principal, tornando mais fácil a construção e diminuindo os custos da ampliação, visto que as fundações já serão calculadas com a carga extra e a circulação vertical já estará pré-definida.

Leave a Reply

Your email address will not be published.