ITO

IAB Tocantins

Menção Honrosa no Concurso Público Nacional de Idéias para Elaboração de Projeto para o Edifício Sede do Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento Tocantins em Palmas.

Client: Instituto dos Arquitetos do Brasil - Tocantins
Tamanho/Size: 8.000,00 m²
Local/Place: Palmas, Tocantins

Cidade Planejada

Capital e centro geográfico do Estado do Tocantins, Palmas, tem muito a ensinar ao Brasil. Conhecida nacionalmente por suas belezas naturais, planejamento urbano e potencial econômico, Palmas cresce em todos os sentidos em um ritmo elevado comparado a seus vizinhos. Suas grandes avenidas e paisagismo bem elaborados encantam turistas e viajantes que muitas vezes não conhecem este belo “pedaço” do Brasil. Sendo uma das capitais que mais crescem no Brasil  de projetos modernos e arrojados, a cidade se tornou em 20 anos, uma das mais belas e bem equipadas do norte do país.

Projetada para “unir pessoas“, Palmas cresce segundo estimativas do Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE), um crescimento populacional de mais de 110% em 2008 comparando com a população residente em 1996, saindo dos 86.116 habitantes para uma estimativa de 184.010 habitantes, além de um elevado crescimento econômico comparado a média brasileira.

Crescimento
Crescimento a parte, os dados acima citados são apenas números quando não estão ligados ao desenvolvimento social. Como toda cidade em desenvolvimento, Palma também enfrenta seus problemas “domésticos”. Entretanto, ela tem se diferenciado de outras cidades do seu tamanho e até maiores através de uma arma infalível no combate de seus problemas: O Planejamento Estratégico.
Palmas é uma cidade que busca o planejamento, uma característica inteligente que só tem a acrescentar no desenvolvimento do município.

Do Projeto
O planejamento estratégico da cidade de Palmas na busca de ampliação do espaço urbano, muitas vezes cria uma certa peculiaridade urbanística comparado a outras cidades brasileiras, como a localização do terreno disponível para elaboração do IAB -TO. Não é comum para arquitetos que atuam em metrópoles densamente construídas projetar em um ambiente “solto”, sem referências constituídas ou diretrizes estéticas pré estabelecidas. O terreno do projeto, em tese, representa tudo aquilo que arquitetos e construtores mais gostam, “o novo”. Um espaço de 50 x 22m, coberto por uma vegetação de médio porte, em esquina, oferece ao arquiteto um espaço “estranho” mas com muito potencial. Para o desenvolvimento desta proposta, partiu-se inicialmente em observar o próprio espaço natural ao redor do terreno analisando sua relação com o ambiente, suas cores, texturas e claro, seu clima. Seguindo o edital disponibilizado, foi proposto uma edificação com área total de  3.780m² a ser desenvolvida em etapas de construção distintas, todas de rápida execução, respeito ao programa requisitado, dentro das normas de  acessibilidade, conforto ambiental e eco-eficiente. O foco do projeto buscou estabelecer uma relação entre o econômico e o funcional de maneira a possibilitar que a edificação seja ampliada em funcionamento seguindo o programa definido, sem prejuízo estético ou perda de eficiência.

Identificar e refletir
A ideia de uma edificação que se valorize, reflita a natureza do estado do Tocantins e não “ofenda” sua vizinhança (mesmo que ainda não exista) esteve presente desde o início do processo de evolução formal da edificação. A escolha de uma “pele” brisada com placas em terracota de 0,90 x 3.5m sub divididas em 5 partes com aberturas prototipadas e design inteligente buscam o  máximo de eficiência térmica e conforto visual. Quanto à disposição de cores nos brises, optou-se por buscar no Jalapão, um dos símbolo naturais do estado do Tocantins a tonalidade e textura necessárias. Optando-se por um paleta de 5 cores: Laranja claro e laranja escuro representando a cor da terra viva; Verde representando a vegetação do Tocantins  e dois tons de azul (claro e escuro ) representando o lindo céu do estado. Para disposição das placas coloridas ao longo da edificação uma  imagem do Jalapão foi vetorizada  e disposta na fachada servindo de molde para a organização das placas, harmonizando a vizinhança, enaltecendo a beleza estado do Tocantins e valorizando a arquitetura.

Leave a Reply

Your email address will not be published.