IPÊ

Casa IPê. Um novo conceito de morar.

Quebrando conceitos em Aracaju/SE A casa IPÊ busca a adaptação de uma unidade residencial em um terreno estreito e completamente plano, concebida para responder às mais variadas demandas e usos de seus moradores e respeitando o espaço de implantação e edificações do entorno a casa IPÊ é um exemplo de design residencial.

Client: Privado
Tamanho/Size : 250m²
Local/Place: Condomínio Costa Marina, Bairro de Aruana. Aracaju/Sergipe

Quebrando conceitos

Português(PT)

A fim de promover o conforto visual, térmico e acústico, tirando proveito das condicionantes climáticas específicas da região, o estúdio baiano Urban combinou planos translúcidos à estrutura vazada de tijolos para desenvolver o projeto da Casa Ipê. Localizada na cidade de Aracaju, conforto e eficiência foram as palavras chave. A proposta busca a adaptação de uma unidade residencial num terreno estreito e completamente plano, concebida para responder às mais variadas demandas e usos de seus moradores e respeitando o espaço de implantação e edificações do entorno. Para isso, os arquitetos incorporaram ao partido estratégias de sustentabilidade com o intuito de aproveitar a ventilação dominante e iluminação natural do local.

A Casa Ipê adota a estratégia na fachada principal de criar uma “parede falsa” de tijolos vazados, afastada do verdadeiro fechamento de alvenaria. Assim, cria uma proteção contra a radiação solar e permite a ventilação, reduzindo a carga térmica solar sobre a residência.

Com uma área total de 250 m², o programa da casa conta no pavimento térreo com sala de estar, cozinha, área de serviço, e lavabo, além de área externa com piscina. No primeiro piso foi inserido o espaço para a suíte do casal com closet integrado, dois quartos, sanitário social e varanda. Os pavimentos são conectados por uma escada de concreto aparente e dão acesso a uma grande cobertura verde descoberta, com espaço para atividades como jardinagem, ginástica e lazer/descanso. Outra solução adotada promove a diminuição do consumo de água e energia. Os arquitetos propuseram um plano de sustentabilidade a médio prazo que incluirá o reaproveitamento total de água da residência para uso doméstico, uso da energia solar, torres eólicas de eixo vertical e o planejamento das instalações elétricas para possibilitar a utilização de carro elétrico no futuro. Além disso, haverá um sistema de compostagem orgânica dos resíduos diários que transformam matéria orgânica em adubo para uso na horta da cobertura da casa.

English(EN)

In order to promote visual, thermal and acoustic comfort, taking advantage of the specific climate conditions of the region, Urban studio combined translucent plans and brick structure to develop the project of house Ipê. Located in Aracajú, comfort and efficience were the key words of the project. In order to promote visual, thermal and acoustic comfort, taking advantage of the specific climate conditions of the region, Urban studio combined translucent plans and brick structure to develop the project of house Ipê. Located in Aracajú, comfort and efficience were the key words of the project.    The proposal seek the adaptation of a residential unit in a narrow site, conceived to respond the most varied demands and uses of its dwellers and respecting the implantation space and the surrounding buildings. The architects incorporated strategies of sustainability in order to take advantage of the dominant ventilation and of the local natural lighting.    The house Ipê adopts in the facade the strategie of creating a “fake wall” of bricks spaced from the real masonry closure. That way, it creats a protection against solar radiation and allows ventilation inside the building, reducing the thermal load against the residence. 

With a total area of 250m², the house program contains on the first floor a living room, a kitchen, service area, lavatory, and the pool area. On the second floor is located the main bedroom with an integrated closet and bathroom, two more bedrooms, one social bathroom and a balcony.
A concrete stair connects the floors and gives access to a the green roof, with space for gardening, gymnastic and recreational activities.  Other solution adopted promotes the reduction of water and energy consumption. The architects proposed a mid-term sustainable plan that includes the total reuse of house´s water for domestic use, use of solar energy, vertical axis wind turbines and the planning of electric installations that will allow the utilization of electric cars in the future. Beyond that, there will be an organic waste composting system that will transform organic matter in fertilizer, that can be used in the roof garden.

Leave a Reply

Your email address will not be published.