BRO

Casa residencial em Alphaville Salvador

Aproveitando as condicionantes climáticas específicas da região, a Casa Bromélia foi disposta para aproveitar o máximo da ventilação dominante, no caso a ventilação sudeste e iluminação natural.

Client: Privado
Tamanho/Size:: 270n²
Local/Place:: Salvador, Bahia

Paisagem e conforto

Português (PT)

A Casa Bromélia é o projeto pioneiro da Urban  no setor de arquitetura residencial. Projetada e construída no período de janeiro/2010 a dezembro/2011 a Casa Bromélia buscou responder às demandas do usuário respeitando o espaço de implantação e o ambiente entorno. A ideia principal do projeto foi implantar uma unidade residencial em um espaço, ainda sem construções no seu entorno, que melhor se adaptasse futuramente com o espaço construído, promovendo conforto visual e térmico/acústico ao morador, tirando proveito das condicionantes climáticas da região. Para isso, foi proposta uma edificação planejada em dois pavimentos deslocados e conectados por uma escada em balanço dentro de uma grande janela de 4 m x 4, m.

O programa solicitado foi atendido e conta no primeiro pavimento com: sala ampla, cozinha americana, escada, lavabo e área de serviço. No segundo pavimento foi proposta a suíte do casal com closet integrado, dois quartos, sanitário social, hall e varanda.  Optou-se por utilizar materiais leves e industriais com técnicas simples e de rápida execução, de maneira a reduzir o custo total da obra. Sendo assim, foram empregados materiais facilmente encontrados, como vidro, madeira laminada, concreto e pedriscos. Para a estrutura da residência foi proposto um sistema misto de concreto e aço, com destaque para o vão livre sob os quartos no segundo pavimento, obtido pelo uso de uma grande viga de aço de aproximadamente 12 m x 0.80 m.

Aproveitando as condicionantes climáticas específicas da região, a Casa Bromélia foi disposta para aproveitar o máximo da ventilação dominante, sudeste, e iluminação natural. A janela de 4 x 4 m (Baywindow) permite o cruzamento constante da ventilação com as aberturas do lado sudeste.  A estratégia para utilização do revestimento de madeira laminada em grande parte da fachada se dá principalmente para redução da carga térmica sobre a residência. Na fachada poente, que tem a maior área revestida em madeira laminada, optou-se por evitar aberturas, ficando apenas a janela de 4 x 4 m para o cruzamento da ventilação e uma estreita abertura para ventilação e iluminação do sanitário social, protegida por brises. Embora a utilização do revestimento de madeira diminua a carga térmica, foi proposto um sistema de montagem e fixação especial com espaçamento de aproximadamente 20 cm da parede de alvenaria, criando um colchão de ar e tornando ainda mais efetivo a redução da carga térmica nas fachadas.

A busca em usar materiais renováveis e menos poluentes foi decisivo para o projeto, como, por exemplo, o uso de telhado metálico ao invés de outra cobertura mais poluente. Além disso, visando a necessidade atual em substituir veículos que consomem combustíveis fósseis por energia limpa, foram propostas tomadas e pontos especiais na garagem, dispostas próximas ao padrão de entrada de energia, permitindo alteração para receber futuros padrões de carregamento elétrico para veículos leves com menor custo de instalação.

English (EN)

The Bromélia house is a pioneer project  in the residential architecture area. Projected and constructed between januray of 2010 and december of 2011, the house Bromélia sought to respond the dweller demands respecting the implantation and the surrounding.

The main idea of the project was to implant a residential unit in a space yet without surrounding buildings that could adapt in the future to the constructed space, promoting visual, thermal and acoustic comfort to the dwellers, taking advantage of the region climate conditions. Taking that into consideration, it was proposed a building with two displaced floors, connected for a stair inside a big window of 4m x 4m.  The program requested was attended and on the first floor there is a large living room, a kitchen, a lavatory and a service area. On the second floor is located the main bedroom with an integrated closet and bathroom, two bedrooms, one social bathroom, a hall and a balcony.
It was decided to utilize light and industrialized materials with simple techniques and fast execution, in order to reduce the total cost. That way, it was used materials that are easily found such as glass, laminated wood, concrete and stone. For the structure was proposed a mixed concrete and steel system, featuring the long span under the bedrooms of the second floor, made possible for the use of a large steel beam of about 12 meters.

Taking advantage of the specific climate conditions of the region, the house Bromélia was placed in a way to take advantage of the dominant ventilation of southeast and natural lighting. The 16m² window allow the communication of ventilation with the openings of the southeast side.  The strategie behind the use of laminated wood in the facade is to reduce the thermal load against the residence. On the west facade, the architects decided to avoid openings, leaving just the stair window and a narrow opening of the social bathroom, protected by brise-soleil. Though the laminated wood was used to reduce the thermal load, it was proposed a special assembly system spaced 20 cm from the wall, making yet more effective the reduction of the thermal load on the facades.

The quest to use renewable and less polluting materials was decisive to the project, like the use of steel roof instead of other more polluting material, for example. Beyond that, aiming the contemporary necessity of replace fossil fuels vehicles for clean energy, it was proposed special eletric points in the garage, allowing charging for electric vehicles in the future.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.